2.10.10

Abertura de Ano lectivo do Instituto Superior de Teologia

Apesar de haver menos padres em Portugal, "há mais leigos conscientes", que podem assumir tarefas pastorais defende o bispo de Viseu

“A Igreja não são os padres. Há que apostar numa intercomunhão entre os elementos diversos da Igreja: padres, leigos, religiosos. Todos os batizados são Igreja”, defendeu Ilídio Leandro. O prelado falava à margem da sessão de abertura do novo ano lectivo no Instituto Superior de Teologia de Viseu.

Ali estudam 34 alunos de quatro dioceses: 10 de Viseu, cinco de Bragança, sete da Guarda e 12 de Lamego.Um número que é “muito diminuto para as necessidades”, disse à Lusa. Também o número de seminaristas é menor, e “proporcional ao que se passa na sociedade”.

No futuro, “não haverá tantos padres para irem realizar uma missão, que até agora estava quase ligada aos padres, mas há muitos leigos que são cristãos”, afirmou. O trabalho com os leigos pode proporcionar uma vivência cristã de modo a que os jovens possam sentir o apelo sacerdotal.