10.4.10

A carta que anda na boca do mundo


Em seguida, apresento uma tradução minha da Carta que o então Card. Ratzinger escreveu a 19 de Novembro de 1985 ao Bispo de Oakland, John Cummins:

«Excelentíssimo Senhor,

Depois de ter recebido a tua carta do dia 13 de Setembro, a propósito da causa de dispensa de todas as obrigações sacerdotais do reverendo Stephan Miller Kiesle, dessa Diocese, é meu dever comunicar-te quanto segue.

Este Dicastério, ainda que dê a máxima importância aos argumentos feitos a favor da dispensa pedida no caso, considera necessário ter em conta o bem da Igreja universal juntamente com o bem daquele que apresentou o pedido [de dispensa] e, por esse motivo, não pode diminuir a importância dos danos que a concessão da dispensa possa provocar na comunidade dos fiéis, considerada, sobretudo, a idade jovem de quem fez o pedido.

Torna-se, portanto, oportuno que esta Congregação se dedique a um exame mais rigoroso de um caso desta natureza, que tornará necessário um longo espaço de tempo.

Enquanto isso acontece, V. Excelência não deixe de seguir com cuidado paternal o Orador [P. Stephan Kiesle], manifestando-lhe as razões do modo de proceder deste Dicastério, que costuma agir tendo em vista o bem comum.

Aproveito a ocasião para manifestar os meus fortes sentimentos de estima, mantendo-me sempre o seu

joseph Ratzinger»