18.12.08

O desafio de Cristo


Uma das atitudes que mais me impressiona em Jesus Cristo é o modo como Ele exige naquilo que considera essencial e a liberdade que Ele outorga aos discípulos (e a todos) naquilo que é acessório.

Jesus não transige na indissolubilidade do matrimónio, no perdão, no amor aos inimigos. E dá a Sua vida pelos homens, depois de horríveis sofrimentos físicos e das maiores humilhações.

No entanto, olhamos à nossa volta e vemos tantos e tantas a fazer exactamente o contrário: exigem naquilo que Cristo não exigiu. E, naquilo que Nosso Senhor foi tão claro, baixa-se o nível de exigência, diz-se que as coisas não são bem como Nosso Senhor diz e que os tempos mudam. Um dos casos mais frequentes é o tema da indissolubilidade do matrimónio.

O desafio que Nosso Senhor nos coloca está em dar a importância àquilo que Ele considerou, na sua pregação e no seu exemplo, como valores inegociáveis.