25.9.08

Fazer ressurgir o Douro

"As potencialidades da terra não podem limitar-se a beneficiar apenas alguns, a ser monopólio de poucos, acentuando assimetrias e desigualdades, com frequência, à custa do esforço dos que não auferem quaisquer vantagens, nem vislumbram uma réstia de esperança para a crise cada vez mais angustiante que experimentam. Oxalá estratégias de renovação que são apresentadas, sérias e reflectidas, façam ressurgir o Douro e erguê-lo dum declínio quase agonizante. Toda a programação, todos os projectos, todas as políticas têm de assentar em sólidos princípios de justiça e equidade, e proporcionar a todos, solidariamente, prosperidade, alegria e paz."

D. Jacinto Botelho, Homilia, 2008.09.21