13.7.08

Jornadas Mundiais da Juventude


O Santo Padre Bento XVI chega hoje a Sydney para as Jornadas Mundiais da Juventude, que terão lugar naquela cidade.

"É fundamental que cada um de vós, jovens, na comunidade e com os educadores, possa reflectir sobre este Protagonista da história da salvação, que é o Espírito Santo ou Espírito de Jesus, para alcançar estas altas finalidades: reconhecer a verdadeira identidade do Espírito, em primeiro lugar ouvindo a Palavra de Deus na Revelação da Bíblia; tomar uma consciência límpida da sua presença contínua e activa na vida da Igreja, em particular redescobrindo que o Espírito Santo se põe como "alma", sopro vital da própria vida cristã, graças aos sacramentos da iniciação cristã Baptismo, Confirmação e Eucaristia; tornar-se assim capaz de amadurecer uma compreensão de Jesus cada vez mais profunda e alegre e, contemporaneamente, de realizar uma prática eficaz do Evangelho no alvorecer do terceiro milénio."

Bento XVI, Mensagem para a Jornada Mundial da Juventude

Esta será mais uma visita multitudinária. Mas isso não é o mais importante. A meu ver, o fundamental é a resposta que tantos jovens continuam a dar ao convite do Santo Padre.

Enquanto João Paulo II foi vivo, os meios de comunicação diziam, frequentemente, que a ligação do Papa com os jovens era fruto das suas experiências no teatro. O Papa sabia estar com os jovens.

No entanto, com Bento XVI, o número de pessoas, nomeadamente jovens, que procuram estar com o Papa não só não diminuiu como, inclusivamente, aumentou. E este Papa nunca fez teatro na sua juventude. É sinal que as pessoas e, sobretudo os jovens, procuram o Papa por ele falar de Cristo e indicar caminhos seguros para uma felicidade mais autentica e verdadeira.