16.11.07

Nesta semana...

... de oração pelas vocações, ouve-se falar muito da missão dos sacerdotes, daquilo que deve ou não fazer, daquilo que é a sua identidade, do modo de formar nos nossos Seminários.

São questões importantes, às quais é necessário dar resposta, não só teológica mas, sobretudo existencial.

No entanto, essas questões não acertam no centro, na resposta última. E a resposta última é que há um só Sacerdote: Jesus Cristo. Desse único sacerdócio participam todos os fiéis pelo baptismo e alguns fiéis pela unção ministerial e a imposição das mãos dos Sucessores dos Apóstolos.

Por isso, sendo necessário que todos imitem a Cristo, o Sacerdote é aquele que torna Jesus no meio do mundo, no meio dos homens.

E, parece-me, é à luz desta realidade fundamental que todas as outras questões ganham o peso e a medida própria. O sacerdote é alter Christus, ipse Christus.

Não me compete a mim opinar sobre como, na prática, deve ser a formação dos seminários. Mas rezo todos os dias para que, aqueles que têm que tomar essas decisões, tomem as decisões certas. Ao meu Bispo, restantes autoridades, irmãos no sacerdócio que têm por missão formar os candidatos ao sacerdócio não falta nem faltará a minha oração e os meus pobres sacrifícios.