2.9.06

O primeiro milagre...

... Foi o maior deles todos: a Santa Missa. Pusemos a viagem de regresso sob a protecção da nossa Santissima Mãe e fizemo-nos à estrada.

A hora prevista de saida de casa era às 5.3.h. E saímos. Esse foi outro milagre.

À saída de Glasgow, a carrinha que nos trouxe à estação de comboio, não pegou. Foi preciso empurrá-la e, depois de algumas tentativas e alguma oração pelo meio, lá pegou.

O comboio para o aeroporto de Prestwick, em Glasgow, deixa-nos mesmo ao lado do aeroporto. Como ainda é de noite, arriscamo-nos a ver o nascer do sol no avião.