31.7.06

Um ano depois

Um ano depois, dou-Te graças Senhor e, novamente, peço-te desculpa pelas minhas misérias. E peço-te mais: mais Graça, mais desejos de conversão própria, mais Amor, a Ti e, por Ti, a todos aqueles que passam por mim.
Possam as pessoas ver, através de mim, um raio da Tua luz, um pouco de calor da Tua infinita misericórdia.
Que, apesar de mim, apesar de mim, Te reconheçam como o Senhor das suas vidas e, que os meus defeitos, as minhas fraquezas, os meus fracassos nunca sejam ocasião de as pessoas se afastarem de Ti. Pelo contrário, sejam ocasião para rezarem mais por mim e, desse modo, reconhecerem que nada é mérito meu: a honra, a glória e o louvor são todos, todos teus, Senhor da minha vida.