29.7.06

Sacerdócio

Todos os anos, alguns jovens e outros menos jovens, decidem comprometer a própria vida no sacerdócio.
Este compromisso não surge do nada. Pressupõe uma caminhada de vários anos, de estudos filosófico-teológicos, de aprofundimento humano e espiritual.
O caminho está sempre cheio de encruzilhadas, de dúvidas, de dificuldades. Nesses momentos, somos tentados a sentir-nos como os apóstolos no barco que é açoitado por ventos impetuosos. Mas, assim que recuperamos a presença de Deus, assim que fazemos a experiência do perdão e da sinceridade na direcção espiritual, as dúvidas vão-se transformando em certezas, as dificuldades transformam-se em oportunidades de robustecer a decisão e as encruzilhadas transformam-se em ocasião de amadurecer a vontade.
No dia da ordenação diaconal, assume-se a obrigação do celibato. Ao contrário do que muitos, sobretudo os que o não vivem, possam afirmar, o celibato não é uma obrigação. Não é um "não poder", mas sim um "poder amar a Cristo com um coração indiviso". É um poder amar a cada pessoa como Cristo ama. Só quem passa por essa experiência, consegue perceber como o coração vai crescendo até amar cada pessoa, deixando o próprio egoismo de lado. Não é fácil. Nunca foi e nunca o será. Mas é possível!
A ordenação sacerdotal não é um fim em si mesma. É, pelo contrário, o momento em que se inicia um de dois caminhos: ou o caminho da santidade, ou o caminho da mediocridade.
O facto de Deus querer usar as minhas mãos, a minha voz e a minha vontade para se prender num pedaço de pão por amor dos homens é um dom do qual não sou digno, que eu, na minha miséria, não mereço. É Ele que continua a dar esse dom, todos os dias, a todos os sacerdotes.
Hoje, no dia em que nascem três novos irmãos no sacerdócio, em que esta família presbiteral se alarga, rezo pela fidelidade daqueles que dentro de poucas horas receberão este dom.
E, conservo na memória as palavras que eu próprio ouvi:
"Toma consciência do que virás a fazer;
imita o que virás a realizar;
e conforma a tua vida com o mistério da cruz do Senhor"